domingo, 26 de junho de 2011


Lembro como se fosse ontem daquele medo que ficava escondido atrás de mim. Do quê?, lá no fundo eu me perguntava. Pra quê?, indiretamente eu me questionava. A gente quer tanto um amor, um lugar pra ficar, um abrigo, um porto. É isso, eu descobri: todo mundo quer um porto. A garantia, a certeza de companhia, aconchego, ir e vir, andar e parar. Um porto. A gente quer tanto e tem tanto medo. Pensei em voltar atrás, em deixar passar. Porque a gente se autoboicota. E eu vivi grande parte da vida me autochacotando. Loucura, insensatez, chame do que for. Mas eu agia insistentemente na base do boicote. E o amor passava longe, rindo de mim, voando.

Um dia eu parei de ter medo. Não, não parei, um dia eu fingi que parei de ter medo. Virei atriz, decorei o texto e fui farsante pra ver até onde essa vida me levava. Deu certo, de tanto acreditar numa coisa ela acabou acontecendo. De tanto fingir não-tenho-mais-medo o medo ficou se sentindo deslocado, ignorado e foi-se. Não levou roupa nem escova de dente, apenas abriu a porta e foi embora pra outra dimensão.

Parece insano: ser feliz amedronta. Lembro quando você me disse isso. Você-tem-medo-de-ser-feliz. Eu não quis parar pra pensar nem dar o braço a torcer, mas sim, eu tinha. Um medo quase sufocante, uma tensão que me apavorava. Dava medo, muito medo. Eu ficava arrepiada quando a felicidade me dava boa tarde. Por isso, eu pedia com licença e ia para outro lado. Até que um dia você me pegou pela mão e disse pra eu ficar. E eu fiquei. Hoje, sei que foi a melhor coisa que eu podia ter feito na vida.

Ninguém disse que seria fácil. Amar não é coisa de filme, apesar de ter cenas lindas. Amor é real, dia a dia. No amor, a gente tem que conviver com cada imperfeição – e fazer isso com vontade. Tem que querer de verdade. Não, não é fácil, tem altos e baixos, frases e fases. Mas se você parar pra pensar, tudo na vida é assim. O importante, na minha opinião, é enxergar o outro como ele é – sem ilusões ou floreios. Se você quer a pessoa que você vê, certamente tudo será mais fácil. A gente precisa aceitar os próprios defeitos e limitações – e respeitar os do outro. Ninguém disse que é fácil. Mas amar é tão bom que se torna maior do que o resto.

A gente recebe diariamente pequenas provas e amostras grátis de que o outro é realmente a tal pessoa certa. Sempre acreditei nessa coisa de pessoa-certa-alma-gêmea-metade-da-laranja. Acho assim: pra cada um existe um. Simples, não? E é. Muitas vezes, a pessoa certa está bem ao nosso lado e, cegos, procuramos mais longe. É preciso estar sempre atento – ou bem desatento. Eu estava desatenta quando você chegou. Já sabia, é claro, que era a pessoa certa. São tantas – e pequenas – coisas que se tornam grandes. Todas as vezes que você ficou ao meu lado (e nos últimos tempos, mais do que nunca, eu percebi que sempre, sempre mesmo, em qualquer situação, eu posso contar com você). Que a gente riu junto. Que choramos. Que gargalhamos. Que fizemos DR na madrugada. Que fomos bobos. Que fomos atentos. Que aprendemos. Que ensinamos. Que demos colo. Que nos cuidamos. Que planejamos coisas e tricotamos sonhos. Acho bonito. É tão bonito a gente desenhar um sonho ao lado de alguém. De olhar no fundo do olho da pessoa e saber que é ela. Isso é único. E muito, muito especial. Quem tem um amor assim sabe do que estou falando. É uma sensação quase inexplicável de paz. Acho que é o mais próximo que conseguimos chegar de nós mesmos. Agora eu entendo: encontrar o amor da nossa vida faz com que a gente se reconheça sem máscaras – e, com isso, ame sem photoshop.




P.S.: Meu amor, feliz aniversário. Que a tua vida seja sempre linda e cheia de alegria.
 
 

11 comentários:

Martinha disse...

Gostei mesmo muito deste texto. Na nossa vida teremos sempre qualquer tipo de medo, não podemos deixar é que ele nos paralise completamente. :)

marianapereira disse...

esta mesmo bonito. o medo atrapalha tudo, mas quando nos livramos dele, a vida ganha outro sabor (:

Gabriela F disse...

to aprendendo a me livrar do medo, a competir com ele pra provar que posso ser mais forte se eu quiser, muito bom Babi.


segue se puder: www.twitter.com/isgabisf

Luna Sanchez disse...

É infinitamente mais gostoso e mais lindo quando é de verdade, seja como for.

Um beijo, flor!

Camila disse...

Agora eu entendo: encontrar o amor da nossa vida faz com que a gente se reconheça sem máscaras – e, com isso, ame sem photoshop.

Foi ótimo o final .. esse "photoshop" ,dei uma leve risada.

Herick disse...

mha vida só vai ser linda e feliz se eu estiver ao seu lado...
te amo mt

'Lara Mello disse...

Aiii, achei lindo, como assim não tem verdade nessas palavras? Senti cada verdade em cada letra! Se cuida! ^^

Patrícia ♥ disse...

Tem selinho pra vc no meu Blog (:

Beijoos!!

http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/500-seguidores-yupiiii.html

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Entrelinhas. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

Bianka disse...

floor, selo para você lá no meu bloguito (:

Priscilla Estrela disse...

nossa que lindo..amei
vou postar no meu vblog viu linda?
beijos !