sábado, 19 de março de 2011

Aqui estamos eu, uma xícara de café e a minha eterna nostalgia. É em momentos como esses que nem meus pés ficam no chão. Me lembrei de quando te vi dormir, acordei de madrugada, abri a porta do quarto em que estavas e te observei em piloto automático, e jurei ali, parada, que não teria medo, e tive certeza, que você seria o pai dos meus filhos. Foi ali, que eu percebi que eram aquelas bochechas espremidas que eu queria ver pro resto da minha vida.

8 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

Ahh Que Lindoo!
Definitivamente uma declaração de amor!Amei
Beijos Querida e uma linda noite pra ti.

Paolla Bensuaski disse...

aaai que post LINDO *-*

fiquei imaginando auha

adoreei ;')

- disse...

Doc, simples e encantador .. *-*
Adooreii !

Beijão linda!

Herick disse...

eu fiquei lembrando como se tivesse acontecido ontem,amor, nao tem coisa melhor doq as lembranças ao seu lado... serao eternas em minha mente. TE AMO mt do tamanho do universo

Caroline ; disse...

awn, que bonito!

dear sarah disse...

É tão bom quando temos a verdadeira certeza...

bjs amora minha!

Manuella Monte Santo disse...

Depois dessa certeza tudo fica mais suave.

Beijos flor.

Luna Sanchez disse...

É, esses momentos aparentemente sem importância guardam graaaaaaaaandes significados.

Um beijo.