sexta-feira, 22 de outubro de 2010

"É preciso sinceridade. Existe essa coisa incrível chamada nobreza de caráter e fofurinha de alma. A vontade de aceitar a vida, perdoar as traições, ser amiga de todo mundo, alegrar pessoas. Gostar de gente. Pior: gostar das pessoas como elas são. Mas existe também a anti-heroína ultra charmosa e necessária que vai mentir um pouco só para rir depois. Vai dar o troco com gosto. Vai fofocar até não suportar mais tanto veneno. É ou não é?"

(Tati Bernardi)

2 comentários:

Fernanda Ventorim disse...

Para mim, a sinceridade é uma das maiores qualidades que alguém possa ter. Porque ela será verdadeira, leal, confiável.
Beijos.

'Lara Mello disse...

Amei..Eu com certeza sou a anti-heroina! Bju